Show simple item record

dc.contributor.authorL. Ekol, George
dc.date.accessioned2011-09-28T11:57:38Z
dc.date.available2011-09-28T11:57:38Z
dc.date.issued2011-09-28
dc.identifier.urihttp://oer.avu.org/handle/123456789/281
dc.description.abstract

As equações diferenciais surgem em várias áreas da ciência e da tecnologia sempre que serelacionam algumas quantidades continuamente mutáveis, conhecidas ou formadas através de suastaxas de mudança. Por exemplo, na mecânica clássica, o movimento de um corpo é descrito pela suaposição e velocidade em variação com o tempo. As leis deNewton permitem relacionara posição, avelocidade, a aceleração e as várias forças actuando num corpo. Esta relação pode ser expressa como. uma equação diferencial para uma posição desconhecida do corpo, como uma função do tempo. Emmuitos casos, a equação diferencial pode ser resolvida, de modo a conduzir à lei do movimento.

As equações diferenciais são estudadas matematicamente sob várias perspectivas diferentes,maioritariamente sob suas soluções e funções que mantêm com a equação verdadeira. Diagnósticosde doenças e o crescimento de várias populações, segundo Braun M. (1978), são alguns exemplosilustrativos de onde as equações diferenciais têm sido usadas para resolver problemas da vida real.As equações diferenciais de primeira ordem e de ordem superior são também aplicadas em váriosproblemas de mecânica, circuítos eléctricos, Geometria, Biologia, Química, Economia, Engenharia eCiência dos mísseis, Spiegel, M.R. (1981,pp.70-162).O estudo das equações diferenciais deve,portanto, equipar os professores de Matemática e de Ciências com conhecimentos e habilidades paraensinarem bem as suas respectivas disciplinas, incorporando aplicações relevantes nas áreas das suasdisciplinas

Além de baixar os arquivos abaixo, você também poderá visualizá-los diretamente:

O módulo completo (Scribd)
dc.titleEquações Diferenciais
dc.typeLearning Object


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record